Soffie, uma parceira de viagem

A Rota do Sol é uma estrada que muito frequentamos no Rio Grande do Sul. Mais especificamente o trecho que vai de Caxias do Sul até os Campos de Cima da Serra.

Saindo de Caxias, na altura do distrito de Ana Rech, encontra-se o bacana Soffie Café. Depois de tantas vezes passar por ele, finalmente fomos conhecê-lo.

soffie1

soffie2

A casa do Soffie é bem bonita. Logo na entrada há uma gostosa varanda.

soffie3

O ambiente interno é espaçoso e agradável, contando com uma providencial lareira.

soffie4

soffie5

soffie6

A especialidade do estabelecimento é o Café colonial italiano: pães, bolos, cucas, fregolás, geleias, salgados, frios, fortaia, café e suco (R$ 35,00).

soffie7

Mas há também boa oferta de lanches à la carte, como torrada, panqueca aberta, iscas de frango ou carne à milanesa, tábua de frios e porção de agnolines fritos (vou ter que provar!).

Chegamos pouco depois do meio-dia, para almoçar. Como pratos, há opções de saladas (R$ 18,00 a R$ 25,00), algumas massas e a famosa sopa de agnoline (R$ 35,00).

Fomos de massa. Eu queria muito o tortellini de nozes (R$ 15), mas estava indisponível. Então fiquei com um básico – mas gostoso e beeeeem servido – Espaguete com molho quatro queijos.

soffie9

O Alexandre pediu o Tortéi com molho quatro queijos (R$ 15,00). O tortéi normalmente é servido com molho vermelho, achei a combinação diferente e realmente saborosa.

soffie8

Os pratos vieram acompanhados de fatias de um pão caseiro muuuito bom!

soffie10

Terminando os trabalhos, dividimos uma Panqueca aberta com morangos e chocolate (R$ 10,00). Vai dizer que a aparência não é uma provocação? 😉

soffie11

Muito bom poder contar com um lugar de qualidade em nosso trajeto. Ficou a vontade de experimentar o café colonial. Uma boa parceira de viagem, a Soffie!

Soffie Café Colonial
http://www.soffiecafe.com.br
Fone (54) 3283-1573
Rota do Sol – Km 154 – Ana Rech – Caxias do Sul – RS

Anúncios

Uma Miragem em São Francisco de Paula

São Francisco de Paula, localizada nos Campos de Cima da Serra, é um município com grande extensão territorial, mas pequeno em número de habitantes – são apenas 20.000.

Há algumas semanas, conhecendo o pacato centrinho da cidade, fomos surpreendidos por um grande prédio em uma das esquinas. A surpresa maior foi descobrir que se tratava de uma livraria. “Sério que São Chico tem uma livraria deste tamanho?” é a primeira impressão.

miragem1

A Livraria Miragem possui dois mil metros quadrados e certamente é uma das maiores atrações da cidade.

miragem2

miragem3

Lá dentro, as surpresas continuam. É tudo lindo!

No primeiro andar encontram-se as belas estantes de madeira que abrigam os livros. Há também uma área reservada para o público infantil.

miragem4

No segundo andar ficam produtos de decoração e de uso pessoal.

miragem5

miragem6

miragem7

O lindo sótão, situado no terceiro e último andar, futuramente será o espaço para livros usados, bem no estilo sebo.

miragem9

miragem8

Apesar de parecer antigo, o prédio da Miragem foi inaugurado em setembro de 2007. Pesquisando na internet, descobri que este empreendimento fabuloso é de propriedade da professora aposentada Luciana Olga Soares, que idealizou e construiu este presente para São Francisco de Paula.

Ok, mas este é um blog de experiências gastronômicas. Além dos livros, o que mais há para se devorar?

Bem, junto à Livraria Miragem fica a Casa de Chá que leva o mesmo nome. O acesso pode ser feito pela rua ou pela livraria.

miragem10

miragem11

miragem12

Funcionando como cafeteria e bistrô vegetariano, ali pode-se encontrar vários produtos integrais e orgânicos, como café com leite de amêndoas (R$ 4,50), sorvete artesanal, sanduíche de pão árabe (R$ 3,50) e salada de frutas com iogurte e mel (R$ 6,00).

O ambiente é bacana, mas legal mesmo é o pátio. Sim, há mais surpresas. Nos fundos da livraria e da cafeteria há um belo pátio com uma construção que aparenta ser antiga, mas que na verdade é uma réplica do primeiro banco comercial da cidade.

miragem13

miragem14

Feitos os pedidos, apreciamos as nossas bebidas. Pra mim, um capuccino quentinho (R$ 4,50).

miragem15

O Alexandre caprichou na escolha com o Café Miragem: leite condensado, licor de cacau, café expresso, marshmallow e chocolate (R$ 6,00).

miragem17

miragem18

Para comer, dividimos uma gostosa fatia de torta de morango (R$ 3,00).

miragem16

Depois desta experiência agradabilíssima, só posso dizer: que sorte de São Chico por ter a Livraria Miragem!

Livraria e Casa de Chá Miragem
Telefone: (54) 3244-3592
Av. Júlio de Castilhos, 603  – São Francisco de Paula – RS

Pasta Nostra: almoço em São Chico

Depois de uma semana de temperaturas sufocantes no Rio Grande do Sul, nem parece que ainda estamos em pleno inverno.

Fingirei que ainda estamos vivenciando aqueles dias frios e deliciosos para convidá-los a ir para São Francisco de Paula, um dos municípios da serra gaúcha mais procurados quando o assunto é inverno.

A verdade é que a pequena São Chico não tem muitas atrações para os turistas. Um dos programas que mais combina com o frio, porém, é a gastronomia.

Passeando pela cidade há alguns dias, a primeira coisa que fizemos por lá foi procurar um lugar para almoçar. Logo encontramos a Pasta Nostra Trattoria.

pasta1

Os ambientes preservam o clima simples da casa que um dia (e há não muito, creio eu) já foi residencial.

pasta2

pasta3

A maior parte do menu da Pasta Nostra é composta por pratos típicos italianos, com sopas (R$ 15 a R$ 18), massas (R$ 8 a R$ 19) e molhos à parte (R$ 10 a R$ 16), lasanhas (R$ 17 a R$ 22), pizzas (R$ 27 a R$ 30) e carnes (de R$ 12 a R$ 23).

Nosso almoço teve um início colorido, com pãezinhos de beterraba, cenoura e espinafre (R$ 5,00).

pasta4

Seguindo a linha saudável, pra beber pedimos um suco natural de laranja, servido em jarra.

pasta9

Como pratos principais, abdicamos das tradicionais massas e optamos por carnes. O Alexandre foi no Filé Mignon à Moda: (filé gratinado com molho madeira e cebola (R$ 17,00). Provei o molho e estava muito bom.

pasta6

Escolhendo as alternativas de prato com frango, tive que rir da opção “Frango Sem Graça” (R$ 12,00). Foi essa mesma a minha escolha – e o frango nem estava sem graça! 😉

pasta7

Como acompanhamento, uma porção de arroz (R$ 4,00) e uma salada mista (R$ 8,00). A salada merece elogios: é muito difícil encontrar um prato com tanta variedade de saladas, bem servido e com preço tão camarada.

pasta10
pasta5

Se estiver pelas bandas de São Chico e quiser uma refeição simples e saborosa, a Pastra Nostra é um bom lugar!

Pasta Nostra Tratoria
Fone: (54) 3244.2989
Rua Henrique Lopes da Fonseca, 134 – São Francisco de Paula – RS – Brasil

Domingo é dia de rodízio… árabe!

Ok, todo mundo sabe que as churrascarias são os restaurantes-símbolo de Porto Alegre. Mas isso não significa que não haja outras gastronomias típicas que também são tradicionais na cidade.

Um exemplo disso é o Baalbek, restaurante árabe presente na capital gaúcha há muitos anos.

Em um domingo desses, trocamos o churrasco por um almoço com banquete árabe.

O grande salão não apresenta grandes atrativos, o que importa mesmo ali são as mesas, que logo ficam sem espaço para comportar os inúmeros pratos que fazem parte do Rodízio Especial Baalbek (R$ 36,90).

baalbek0

O primeiro a chegar é o pão árabe, que curiosamente é servido assim, dentro embalagem.

baalbek1

Para escoltar, a pasta de grão de bico e a pasta de berinjela, que não têm sabores muito marcantes.

baalbek2

baalbek3

A berinjela logo vem em outra versão: recheada em conserva (conserva de berinjelas baby recheadas com nozes e alho, servidas com azeitonas verdes recheadas).

baalbek4

Quem também ganha um recheio especial é a abobrinha, recheada com arroz e carne, temperada à moda libanesa.

baalbek10

A mistura que compõe o Chanclixi à moda árabe é feita na hora, pelo próprio garçom: salada árabe preparada com queijo libanês, coberto com zaatar (mistura de ervas típicas), tomates picados, cebola, salsinha e azeite de oliva. É muito saboroso!

baalbek4-2

A outra salada é a Tabule: salada de trigo moído, com tomate, cebola e salsinha picados, temperados com limão e azeite de oliva, acompanhado de alface.

baalbek5

Não poderia faltar a Coalhada seca: leite fermentado e batido, originando a tradicional coalhada seca.

baalbek6

Um dos mais famosos pratos da gastronomia árabe é o Kibe cru: carne moída, trigo e combinação de temperos especiais acompanhados de cebola e hortelã. Muito obrigada, mas esta iguaria eu não como de jeito algum!

baalbek7

Na sequência de acompanhamentos, temos o Mjadra, que é um gostoso arroz preparado com lentilha, cebolas douradas e azeite de oliva.

baalbek8

Já o arroz aletria (que não foi fotografado) é preparado à moda libanesa, com aletria (macarrão cabelo de anjo), especiarias libanesas e manteiga.

Tem feijão neste rodízio árabe? Tem sim, e é o fassulha (feijão branco refogado, cozido com molho de tomate e temperos especiais).

baalbek9

Um dos meus pratos favoritos é a berinjela gratinada: fatias de berinjelas fritas, intercaladas com carne moída refogada com especiarias árabes, servidas com molho de alho (taratur). É muito bom!

baalbek12

Com tantas delícias, ninguém dá bola para o coitado do quiabo (quiabo refogado com especiarias árabes).

baalbek11

No formato de charuto de repolho, o repolho ganha mais atrativos: folhas de repolho cozido enroladas com recheio de arroz e carne.

baalbek13

Eis que chega o meu preferido: a esfiha aberta de carne. Adoro!

baalbek14

A bandeja mais esperada da refeição chega só no final do rodízio (dica: peça pra servir antes).

baalbek15

Ali tem o “xixo” árabe, que é um espeto com cubos de carne temperados com pimenta síria e sal, intercalados com cebola e tomate, assados no carvão.

Também tem espeto de Kafta (carne moída temperada com salsinha, cebola e especiarias, assada no espeto).

O falafel é uma boa opção vegetariana (bolinhos fritos preparados com grão de bico moído e vegetais, temperados com especiarias árabes).

baalbek16

E, claro, o famoso kibe frito (bolinhos fritos de carne moída e trigo, recheados com carne, cebola e especiarias).

baalbek17

Na terra do rodízio de churrasco, o  Baalbek mostra que árabe também entende (e muito!) de fartura e sabor!

Restaurante Árabe Baalbek
http://www.arabebaalbek.com.br/
Fone (51) 3222.6272
Rua Dr. Timóteo, 272 – Porto Alegre – RS

Almoço no porão de pedras da Casa Vanni

No post anterior, falei sobre o bacana passeio pelos Caminhos de Pedra, no interior de Bento Gonçalves – RS (veja aqui).

Na minha opinião, as maiores atrações da estrada turística são a arquitetura e a gastronomia italiana.

Melhor ainda se as duas coisas, as belas construções antigas e a comida saborosa, puderem ser apreciadas no mesmo lugar. Dois restaurantes permitem esta experência lá no Caminhos de Pedra, um deles é a Casa Vanni.

casavanni

Difícil não se encantar com esta charmosa casa de madeira construída em 1935. Em 1975 foi retirado o andar superior (de madeira), e em 1996 foram retomadas as características originais, quando foi totalmente restaurada pelo projeto Caminhos de Pedra.  O nome, Casa Vanni, tem como origem o sobrenome da atual família proprietária.

casavanni9

O primeiro andar do casarão colonial funciona como cafeteria. A decoração é com móveis e eletrônicos/eletrodomésticos antigos.

casavanni2

O porão é acessível por dois níveis, então pode ser considerado térreo ou subsolo. Todo feito com pedras regulares, é da construção original. É ali que funciona o restaurante.

casavanni8

Quando estivemos lá, o estabelecimento estava com um problema de falta de luz, isso nosso almoço foi à luz de velas. =]

Curiosidade: uma das mesas, grande e redonda com tampo de vidro, é montada sobre o poço da casa.

casavanni3

O cardápio começa com dois clássicos italianos: a Sopa de capeletti (R$ 15,00) e o Radicci com bacon (R$ 8,00). Nós dispensamos a sopa e a salada e nos contentamos apenas com o couvert.

casavanni4

A bebida não poderia ser outra senão o vinho. Ficamos com um cabernet sauvignon produzido por uma vinícola ali mesmo nos Caminhos de Pedra.

casavanni5

A grande pedida para o prato principal é uma das seis variedades de massa, que pode ser combinada com um dos nove sabores de molho. Os preços variam entre R$ 21,00 e R$ 26,00.

O Alexandre escolheu o Talharim ao Molho de Salame (R$ 24,00). Confesso que, apesar de simples, nunca tinha encontrado Molho de Salame antes. Provei e aprovei.

casavanni7

O meu pedido foi o Nhoque de Ricota com Molho 5 Queijos (R$ 26,00). Ao invés de bolinhas pequenas, os nhoques eram grandes, com uma massa fofinha, muito bom.

casavanni6

A sobremesa pode ser degustada ali (com o clássico Sagu com creme, por exemplo), ou então adquirida em outro ponto turístico do Caminho, que foi o que fizemos.

Restaurante que, através da arquitetura e gastronomia, preserva a história da colonização italiana na região: um prazer conhecer a Casa Vanni!

Casa Vanni
www.casavanni.com.br
Fone (54) 3455-6383
Linha Palmeiro, 795 – Colônia São Pedro – Caminhos de Pedra – Bento Gonçalves – RS

Salumeria, a casa de salames

Com o Dia dos Pais chegando ao fim, posso revelar publicamente, neste post, o presente que foi entregue ao meu pai neste domingo: salames.

Sim, salames. Mas, calma, antes que você ache que eu fui a um mercadinho e comprei um salame qualquer, vamos à história.

Recentemente, estive no Caminhos de Pedra, um belo roteiro turístico do interior de Bento Gonçalves (Rio Grande do Sul). Trata-se de uma estrada que reúne diversos pontos de visitação, incluindo restaurantes, vinícolas, museus , ateliês e artesanatos.

salumeria0

Foi lá que tive a oportunidade de, pela primeira vez, conhecer uma Salumeria.

salumeria1

A Salumeria Caminhos de Pedra abriu no final de 2012 e está sediada em uma casa linda, onde eu facilmente poderia morar. =)

salumeria2

Sobre a casa: “moradia construída em 1889, com pedras de basalto irregular de cor preta, unidas entre si com uma mistura de feno, palha de trigo e estrume de vaca. A casa foi adquirida por Ângelo Righesso em 1902 que residiu na mesma até 1919. A partir de 1924 passou a ser propriedade e moradia da família Merlo. No ano de 2007 o imóvel foi readquirido por Orlando Righesso, neto de Ângelo Righesso, o qual, a partir de 2009, restaurou o imóvel. Por esse motivo, a partir desta data, a casa passa a denominar-se Casa Righesso.

 salumeria3

salumeria4

A Salumeria é especializada numa grande variedade de embutidos. Ali é possível fazer uma degustação (que custa míseros R$ 2,00) e provar sabores de copa, salaminho, salame colonial, linguiça, culatello, bresarola, presunto parma…

salumeria9

Os produtos são da marca Aida, tradicional empresa de embutidos que funciona em Bento Gonçalves desde 1992 e é propriedade da família Gasperin, que tem parentesco com a família Righesso.

salumeria6

salumeria7

salumeria8

No segundo andar fico o sótão, que muito antigamente servia para armazenagem de grãos e forragens, além de isolante térmico no inverno. Hoje ele abriga um memorial, com exposições fotográficas.

salumeria5

De volta ao primeiro andar, fomos à loja, onde podem ser adquiridos , além dos embutidos, também queijos, biscoitos e geleias.

salumeria10

salumeria11

Para compor a legítima cesta gringa (cramenha!) pro meu pai, comprei Culatello (considerado o príncipe das carnes salgadas, o culatello é um produto com baixíssimo teor de gordura e com produção muito limitada. Permanece em maturação de 50 e 60 dias), a Bresaola  (único produto da salumeria italiana proveniente 100% de carne bovina. Alimento magro, rico em proteínas), o Salame Milano (que é probiótico – já estou vendo meu pai combiná-lo com Underberg, dizendo que ambos fazem bem à digestão!), biscoito artesanal sabor GRASPA (já não basta a graspa no café, que tal no biscoito?) e uma geleia de laranja com pimenta, que fica ótima como “molho” de carnes.

salumeria12

salumeria13

salumeria14

Ah, sim: além destes gostosos produtos, para compor a cesta ainda comprei produtos de higiene à base de VINHO TINTO. Eles foram adquiridos na Casa das Massas e Artesanato, também no Caminhos de Pedra.

salumeria15

Feliz Dia dos Pais para todos os leitores do blog! 🙂

Salumeria Caminhos de Pedra
Linha Palmeiro, 26 – Distrito São Pedro – Caminhos de Pedra – Bento Gonçalves – RS
www.facebook.com/pages/Salumeria-Caminhos-de-Pedra/428480947207396
salumeriacaminhosdepedra@gmail.com
Fone: (54) 3455-0175

O Rambla já é famoso em Porto Alegre

Domingo já é um dia de preguiça. Então imagine uma noite de domingo, com frio e chuva, em pleno inverno na capital gaúcha. Cenário perfeito para ficar em casa, preferencialmente embaixo das cobertas, certo?

Acontece que o dia em questão era o meu aniversário. Ainda que já tivesse comemorado o final de semana todo, decidi sair e celebrar um pouco mais. 🙂

Eu e o Alexandre fomos então conhecer o Rambla, inaugurado em Porto Alegre há poucos meses, mas já bastante famoso.

rambla2

rambla1

Pelas referências que eu tinha, a reserva era imprescindível, já que a casa costuma estar lotada. Entretanto, naquele domingo frio e chuvoso, encontramos o lugar quase vazio. Mas, na dúvida, faça reserva.

rambla4

Com o posicionamento de Taberna-Tapas-Música, a Rambla ocupa três andares de um casarão de esquina. No térreo, longas mesas com vista para o balcão com os famosos pintxos.

rambla3

rambla5

Subindo as escadas, há uns ambientes maiores e com menos luz, onde acontecem shows.

Já no subsolo, mais um ambiente bacana (que me parece ser para fumantes).

rambla6

O cardápio é dividido em Carta Terra (com carnes), Carta Mar (peixes e frutos do mar) e Carta Natureza (tortillas, azeitonas e batatas). Há ainda os Pratos da Casa, dentre os quais se destacam as Paellas.

Pra completar, as Tapas no balcão, com vários sabores de pintxos. Começamos por ali mesmo. Eu pedi o Pintxo de queijo camembert, tomate e nozes tostadas (R$ 4,50). Muito bom!

rambla10

O Alexandre escolheu o Pintxo de Steack Tartar (pão rústico com filé condimentado com pepino, cebola, alcaparra e mostarda – R$ 4,50).

rambla9

Na sequência, diretamente da Carta Terra, vieram as gostosas Almôndegas do chef (R$ 15,00) e uma porção de pão branco para acompanhar (R$ 4,00).

rambla8

Pra escoltar, “uns” chopes Devassa (340ml – R$ 7,00).

rambla7

Antes de irmos embora, tive uma bela e saborosa surpresa. Olha  que beleza a imagem abaixo. 🙂

rambla11

Fui gentilmente presenteada com a Torta Santiago de Compostela com sorvete turrón  (R$ 22,00), com direito a nome personalizado.

Novo na cidade, o Rambla mostra que tem vários bons motivos para a fama conquistada rapidamente.

Rambla Tapas Bar & Restaurant
http://www.rambla.com.br
Fone (51) 3346-7275
Rua Félix da Cunha, 977 – Moinhos de Vento – Porto Alegre


O Não é um Guia é um blog que reúne despretensiosos relatos de experiências gastronômicas vivenciadas em lugares interessantes e desinteressantes, escritos por alguém que não entende de culinária, não sabe cozinhar e é especialista em tele-entrega.

Quem vos escreve

Giovanna Berti Previdi, publicitária, gremista, não gosta de atum nem de presunto. Seu atual lugar no mundo é Santa Cruz do Sul, mas gosta mesmo é de viajar. Contato: gica_bp@yahoo.com.br

Cadastre-se e receba avisos sobre novos posts por email :)

Junte-se a 118 outros seguidores

Atualizações Twitter


%d blogueiros gostam disto: